Hosting por dinahosting.

Um novo trimestre em Semente

Como sempre, estamos cheias de novidades! Não parámos de fazer coisas nem nas férias do Entrudo. Como na postagem anterior não vos contámos de que nos disfarçámos vamos contar agora… Fomos de SUPERHEROÍNAS!!!

Escolhemos esta temática para desmitificar as figuras tradicionais de super-heróis, patriarcais e machistas e aproveitar a festa do Entrudo para reivindicar o feminismo tão necessário na nossa sociedade. Também aproveitámos para cantar canções divertidas que aludiam à nossa cultura galega. Curtimos muito estas festas e percorremos todo Trasancos espalhando a nossa música, desde Narom até Pontedeume.

Também teve lugar, já no mês de março, o III Festival Solidário Semente Trasancos. Nesta ocasião quisemos homenagear as Irmandades da Fala, que neste 2017 cumprem 100 da sua criação em Ferrol. Para tão importante evento vestimos as nossas melhores galas e contámos com artistas da comarca, que nos acompanharam em uma jornada carregada de emoção, diversão e solidariedade com o nosso projeto educativo. Mais uma vez, obrigadas a Vero Rilo, Roger de Flor, Quenindiole e a toda a gente que acudiu e fez possível a realização duma nova edição do nosso festival.

 

Já na escola, fizemos uma atividade que chamámos ‘Tempo em família’, na que as famílias das sementinhas vieram passar um dia connosco e ensinaram-nos a fazer um monte de coisas.

A família do Xoel aprendeu-nos a fazer pulseiras de coiro, com adornos giros que colocámos nós mesmas. Gostámos tanto que no final despedimos a Iria (mãe do Xoel) com um grande abraço.

Outro dia estivemos com a família da Oliana, com a que plántamos buxos no campo da escola que aguardamos que cresçam muito. O Tomás (pai de Oliana) mostrou-nos como se planta este arbusto e contou-nos que são muito fortes e duradouros. Por isso existe expressão galega que diz: ‘ser forte como um buxo’.

Com a família da Lenda aprendemos a fazer massa fresca! E fizemos sem ovo porque temos um menino alérgico. O Marino (pai de Lenda) que é italiano mostrou-nos como se fazia um tipo de massa chamado Tagliolini. Nós, muito emocionados e emocionadas puxemos a nossa indumentária de cozinhar e seguimos as instruções do Marino ao pé da letra. A mãe da Lenda, Sabela, também nos deu uma mão para que nos saísse bem.

E este foi o resultado!

Na escola também aprendemos outras coisas, que não vai ser tudo brincar… Pintamos frutas, jogamos ao xadrez, aprendemos letras, representamos uma ciclogénese…

 

 

E agora vamos descansar uns dias, que isto de ser criança é muito esgotador! Boas férias para todas e todos!